Série sobre placas nos imóveis: 4ª Matéria - Exemplificando os erros (Parte 2)

Blog Miguez

Série sobre placas nos imóveis: 4ª Matéria - Exemplificando os erros (Parte 2)

Esplendor 17/10/2017 Compartilhar

DESCONFIANÇA

Há aqueles proprietários que colocam o seu número de telefone, achando que haverá interesse por parte de algum comprador, ou locatário, em fazer o negócio direto com eles.

Entendo que esses queiram evitar pagar os honorários de um intermediário, ou até mesmo já se indispuseram com algum deles e, portanto, generalizam a classe, mas acho importante informar aos prezados proprietários que a desconfiança de quem compra um imóvel é ainda maior do que a de quem o vende, sobretudo no atual cenário, onde o dinheiro é uma matéria prima escassa, e a descrença no próximo é algo cada vez mais latente.

A presença de uma empresa estabelecida, com tradição, respeitabilidade e isenção, sempre será a primeira opção para clientes que buscam conforto, segurança patrimonial, econômica, jurídica e física.   

 

LEILÃO DE PLACAS


Situação também inapropriada, ou  ainda pior,  quando muitas placas de empresas diferentes disputam o espaço físico simultaneamente. Fica evidente a certeza para todo e qualquer transeunte que observa as múltiplas placas naquele ambiente visualmente poluído, de haver ali um leilão público, induzindo “o quem dará mais”, e propiciando, na verdade, o resultado inverso, ou seja: “quem dará menos”. Perde vendedor,  e  ganha o  comprador!! 

O terreno torna-se fértil para comprador ou locatário, que utilizarão essa amostra de placas generalizada como instrumento de vantagem negocial.

Nesses casos, o interessado promoverá propostas reduzindo valores nas diferentes empresas que ali concorrem, buscando assim obter o maior lucro possível sobre os proprietários.

É possível ainda que em casos assim, no afã do imediato negócio, algumas empresas/profissionais por sua vez passem a atender aquele interessado (comprador ou locatário) como principal cliente, esquecendo os interesses e objetivos dos senhores proprietários, ou seja, aqueles que são a “causa inicial do negócio”, a verdadeira matéria prima de nossa atividade.   


Acompanhe nossa série de matérias!


Matéria Anterior:
3ª Matéria da série sobre Placas nos imóveis- "Exemplificando o erro - Parte 1" - Dia 13/09/2017


Próxima Matéria:
5ª Matéria da série sobre Placas nos imóveis -  "Pelo bem do seu imóvel" - Dia 17/09/2017


Queremos informar aos nossos amigos, clientes, parceiros e leitores sobre matérias futuras que  trarão a tona,  assuntos  de grande importância para  o   Mercado Imobiliário, como:  "Corrupção,   Violência e Economia". imperdível,   Acompanhe-nos!